Notícias

A Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Assalce) ganhará nova sede este ano. A informação é do presidente da entidade, Luis Edson. Segundo ele,  objetivo é dar mais suporte aos projetos da entidade, que cresceram significativamente nos últimos anos. "Com quase o dobro do espaço atual, a instituição terá espaços mais amplos e confortáveis para atender os servidores", acrescenta o dirigente.
 

A nova instalação da Associação será  na rua João Emídio da Silveira, nos números 198 e 214, no bairro Dionísio Torres. "Duas casas serão fundidas para a nova sede. Iremos recebê-las em janeiro. Nossa expectativa é estar com a nova sede no segundo semestre de 2018”, adianta o presidente da Assalce.

 

Luis explica que a mudança se deu após uma oportunidade de venda irrecusável da atual sede. “Fomos procurados pela direção do Hospital São Carlos, que fez uma oferta de compra do nosso espaço. Ao mesmo tempo, recebemos a proposta de venda dessas duas casas que irão dar mais suporte para as atividades de associação. Foram negociações muito exitosas”, destaca.

 

De acordo com Luis Edson, os maiores beneficiados com a mudança serão os servidores. "Os espaços serão ampliados justamente para que as atividades promovidas pela Assalce sejam melhor aproveitadas pelos servidores”, pontua. Ele ressalta ainda que todo o trâmite para a transação foi feito atendendo as exigências do estatuto da Associação e da legislação em vigor.

 

A atual sede funciona na Rua Araken Silva, 103, bairro Dionísio Torres.

Diversão, boa estadia, boa gastronomia, alegria e amizade. Assim foi a viagem à Praia de Canoa Quebrada, em Aracati, promovida pelo Programa Assalce “Casulo Qualidade de Vida”, por meio do Comitê de Turismo. O passeio foi realizado de  24 a 26 de novembro de 2017.


A servidora aposentada Fátima Tabosa, membro do Comitê de Turismo da Assalce, foi a responsável pelo animadíssimo grupo.

Confiram algumas imagens:

 

 

 

A Biblioteca César Cals de Oliveira, da Assembleia Legislativa do Ceará, segue com a programação de atividades com estímulo à leitura direcionado para os servidores e visitantes da Casa no ano de 2018. Na programação, consta o projeto Estante Assalce - Ler Cuidando do Ser com Biblioterapia", idealizado pela filósofa Jacqueline Assunção (da Universidade Estadual do Ceará - Uece).

 

O "Ler Cuidando do Ser" iniciou suas atividades no dia 25 de outubro de 2017, durante a Segunda Semana Nacional do Livro e da Biblioteca na Biblioteca da Assembleia. Segundo Jacqueline Assunção, o objetivo do projeto é reunir livrosmotivacionais e desenvolver, em sua metodologia, rodas de conversa chamadas de rodas biblioterápicas, que consistem em catalogar livros-remédio escolhidos para fazerem parte do acervo da Estante Assalce.

 

"A roda de conversa da Biblioterapia funciona assim: uma pessoa que leu determinado livro, seja um romance, uma poesia ou auto-ajuda, pode agendar e participar na roda de diálogos da Biblioterapia", explica Jacqueline. Ela também informa que, após o Carnaval, com data e horário ainda a definir, o primeiro livro a ser discutido na roda de conversa será "Farmácia Literária", de autoria de Ella Berthoud e Susan Elderkin.

 

A discussão literária vai contar com as participações das servidoras da Casa, Lílian Rego e Ducinéia Catunda, e também da própria Jacqueline Assunção. Os interessados em participar dos debates podem obter mais informações na Biblioteca César Cals de Oliveira, que funciona no 4º andar do Edifício José Euclides Ferreira Gomes, anexo II da Assembleia Legislativa do Ceará ou pelo telefone (85) 3277-2696.

 

 

Da Agência Assembleia

A Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa (Assalce) promove, nesta quarta-feira (13/12), às 11 horas, a 17ª Roda de Biblioterapia do projeto "Estante Assalce ‒ Ler Cuidando do Ser com Biblioterapia". Este é o último encontro de 2017 e acontece na Biblioteca César Cals de Oliveira.

Na roda desta quarta, a master coach e mestra em Administração de Empresas Leonice Holanda apresentará a poética do livro “Voluntariar, o verbo da solidariedade”, de sua autoria.

A idealizadora do projeto, Jacqueline Assunção, explica que a biblioterapia utiliza a leitura  como um recurso terapêutico. A iniciativa, coordenada por Jacqueline e Lilian Rêgo, realiza rodas literárias, trazendo sempre um voluntário que apresenta trechos de livros escolhidos ou de autoria própria. Depois da reunião, o livro indicado integrará o acervo da estante Assalce.

A biblioterapia pode ser conceituada como a prescrição de materiais de leitura com função terapêutica. A prática biblioterapêutica pode ser utilizada como um importante instrumento no restabelecimento mental e proporciona bem-estar a quem a pratica, esclarece Jacqueline.

Ler romances, biografias, poemas, livros de autoajuda ou de desenvolvimento pessoal, entre outros, proporciona auxílio em momentos difíceis, ajuda a lidar com sentimentos complexos, facilita a tomada de decisões e potencializa a mudança de comportamentos para melhor, além de fortalecer a integração de grupos, acrescenta a coordenadora do projeto.


 

SERVIÇO
17ª Roda de Biblioterapia do projeto "Estante Assalce ‒ Ler Cuidando do Ser com Biblioterapia"
Dia: 13 de dezembro, a partir das 11 horas
Local: Biblioteca César Cals de Oliveira (4º andar, anexo II, Edifício Deputado José Euclides Ferreira Gomes)

Assalce.jpg

 

 

Feliz aniversário, presidente! Espero que possa celebrar esta data na companhia daqueles que mais ama, e que assim seja por muitos anos.

 

Leia mais...

 

 

Câncer_de_mama.jpg

 

Agência de Notícias da Assembleia Legislativa lança, a partir desta quarta-feira (04/10), uma série de cinco reportagens que pretende jogar luz sobre os vários aspectos que envolvem um problema tão recorrente na sociedade, mas ainda tão difícil de ser enfrentado, que é o câncer de mama. 

Leia mais...

O Programa Casulo Bem Estar, promoveu dia 01 de junho de 2017, com o apoio do Presidente Luiz Edson Correia Sales, no auditório da Assalce, o Café e Lazer Junino dos Aposentados.


Foi uma manhã festiva com a escolha do Rei e Rainha do Milho 2017 e comidas típicas. Um trio pé de serra animou os presentes com muita música, arrasta-pé e uma quadrilha improvisada cheia de animação. A alegria dos presentes foi o ponto alto da confraternização.



 

 

 

Veja a galeria de fotos:

 

As eleições para a Associação dos Servidores da Assembleia Legislativa do Estado do Ceará (Assalce) ocorreu nesta no dia 22 de março de 2017. Foram disponibilizadas seis urnas para votação em cédula de papel. Elas ficaram distribuídas nos edifícios do AL, no Departamento Médico e na sede da Assalce - localizada na rua Araken Silva, 103, Dionísio Torres. A apuração ocorreu imediatamente (após o fechamento das urnas) na sede da Assalce, com a proclamação do resultado e assinatura da ata.

A votação inclui a escolha da diretoria da Associação e dos conselhos deliberativo e fiscal para o triênio 2017-2020. A chapa “Assalce: Valorizando, Beneficiando e Cuidando dos Servidores” recebeu 1. 226 votos, de um total de 1.236 votantes. Significa dizer que 99,43% dos servidores apoiaram a chapa. 

A diretoria do Novo Triênio é formada por: Luis Edson Corrêa Sales, presidente; Weber Sarquis Queiroz, 1º vice-presidente; Sávia Maria de Queiroz Magalhães, segunda vice-presidente; Gvargas Drumond Fonteles, secretário geral; Francisco Rui Simões Filho, 1º secretário; Marco Vinícius S. Nascimento, 2º secretário; Valéria Soares Cavalcante, tesoureiro geral; Francisco Lindolfo Cordeiro Júnior, 1º tesoureiro; e José Amilton Felício de Sousa, 2º tesoureiro.

Criada dia 15 de dezembro de 1978, a Assalce tem como missão promover a conquista e a manutenção de direitos e vantagens dos servidores do Poder Legislativo.

 

Galeria de Fotos

 

 

 

 

 

 

 

 

 

A população mundial está envelhecendo e esse fenômeno não é novidade. Segundo projeções demográficas, a população idosa brasileira chegará ao ano de 2020 com mais de 26,3 milhões, representando quase 12,9% da população total. Ou seja, o índice de sobrevida e longevidade está aumentando a ponto das políticas públicas dos países em desenvolvimento não conseguirem acompanhar esse crescimento oferecendo condições ideais para que essa parcela da população tenha uma melhor qualidade de vida.

No Brasil, ainda são tímidas as iniciativas relacionadas ao bem-estar da população idosa. Lentamente surgem centros de convivência, clubes, paróquias, universidades abertas da terceira idade que prestam serviços voltados a essa população.

 

As famílias brasileiras estão tendo que se adaptar a este novo idoso que não quer mais ficar em casa ocioso. Pensando nessa nova demanda do mercado o Centro Salluti Club, criou diversas atividades com profissionais da área da saúde, para cuidar e entreter. Durante o dia a família confia o idoso em mãos seguras.

 

Apesar do conceito de qualidade de vida ter um extenso campo de variabilidade entre os grupos populacionais, a promoção de uma boa saúde física, mental e emocional deve ser sempre incentivada, pois sabe-se que com o avançar da idade, os problemas de saúde em geral tendem a aumentar. Isso se dá muitas vezes pela diminuição do envolvimento com atividades físicas vigorosas e moderadas ao longo dos anos que acaba por aumentar as chances de desenvolvimento das doenças crônicas não-transmissíveis (DCNT), como a hipertensão, diabetes tipo 2, doenças coronarianas, acidente vascular cerebral, osteoartrite, problemas respiratórios e desvios posturais.

 

No Salluti Club os idosos tem acesso à ginástica gerontológica, game terapia, dança sênior, Oficona Terapeutica, massoterapia. No processo de envelhecimento, devemos sempre nos perguntar “que velhice queremos ter?”.

 


Mais informações: www. centrodiasalluti.com.br